Farmácias do Povo
Informações
A Empresa
Entre em Contato
 
Cuide de Sua Saúde
Higiene Oral
Informações sobre Doenças
Qualidade de Vida
Saúde e Prevenção
 
Informações
Medicamentos
Terminologias
Artigos
Farmacêutico
 
A Empresa Artigos Medicamentos Entre em Contato
 

Para seguir e viver melhor
As medidas aqui sugeridas, são as indicados pela Organização Mundial de Saúde preocupada com o problema de saúde pública. Solicitamos sua atenção e colaboração, em seguir e divulgar estas recomendações entre seus familiares e amigos.
Fumo
O tabagismo é conhecido como um dos piores inimigos do coração, sendo causador de várias doenças. Eliminá-lo representa fator fundamental na prevenção da Doença Arterial Coronária. Os cigarros ditos como de "baixo teor" são igualmente prejudiciais e, além do malefício que o fumo lhe causa, ele representa prejuízo para os que não fumam, pois a aspiração da fumaça tráz produtos tóxicos para as artérias.
Alimentação
Quanto maior a quantidade de colesterol presente na circulação sanguínea, maior será a possibilidade de sua deposição nas artérias e formação das lesões que podem obstruí-las. Como regra geral, todas as pessoas devem ingerir alimentos que não contenham colesterol ou apresentem mínima quantidade. Deve também ser diminuída a ingestão de gorduras animais e aumentada a de óleos vegetais. Por essas razões é importante evitar a gema do ovo, carnes gordas, gordura de galinha, leite integral, creme de leite, manteiga, queijo tipo prato, frios, banha e etc.
Pressão Arterial
A pressão alta (hipertensão) é um fator capaz de lesar suas artérias. Quanto maior a pressão arterial, maior essa possibilidade de lesão, assim, a orientação médica para seu controle deve ser seguida rigorosamente e de modo permanente não abandonando o tratamento através do remédio quando a pressão voltar ao normal.
Vida Sedentária
A falta de exercícios contribui para aumentar o risco de Doença Arterial Coronária, porque facilita o desenvolvimento da obesidade, eleva os níveis de gorduras sanguíneas e pressão arterial. Exercícios físicos realizados constantemente, sob fob forma de caminhadas por exemplo, sempre realizadas com orientação médica, contribuem para a diminuição dos riscos da doença. No dia-a-dia você deve procurar andar, dispensando o uso do carro para ir a lugares próximos.
Obesidade
O excesso de peso, além de provocar sobrecarga de trabalho para seu coração, está associado frequentemente a aumento de açúcar e de gordura no sangue, e como você já sabe, são fatores de risco para suas artérias. Lembre-se: controle de peso deve começar na infância; não deixe que seu filho torne-se obeso.
Tensões Emocionais
As pessoas que se angustiam com problemas mínimos, que estão permanentemente em competição, com constante excesso de trabalho, aquelas que querem "abraçar o mundo com as mãos", estão mais predispostas ao infarto do miocárdio, à angina de peito e à morte súbita. Dimensione com racionalidade seu trabalho e seus anseios.
Fonte:
http://www.ache.com.br/consumidor/qualidade/exercicios/dicas.asp?SID=61110449
Voltar

| Higiene Oral | Informações sobre Doenças | Qualidade de Vida | Saúde e Prevenção |
Rua Ulisses Cabral, 70 | Térreo | Centro | Sapucaia do Sul / RS | 93.220-000
(51) 474-8728 | contato@farmaciasdopovo.com.br

Criado e desenvolvido por lgdesign